TUDO SOBRE MEU RUIVO ACOBREADO – cuidados, dicas e referências pra quem quer entrar pro time

ginger_girl_laughter_beautiful_cheerful_mood_1920x1080_hd-wallpaper-396310

Olá!

Que domingo é o dia mundial da preguiça, isso todo mundo sabe, né? Eu sou super adepta do dedoísmo de domingo, mas hoje aproveitei que o marido decidiu passar o dia jogando video game o tempo  livre pra retocar a raiz do meu cabelo. E aí como já tava com esse post aqui no esquema, também aproveitei para dividir com vocês algumas coisas legais sobre ruivo acobreado.

Minha cor da cabelo natural é castanho escuro, mas eu sempre fui maluca por cabelo acobreados. Desde criancinha eu ficava impressionada com ruivos naturais, mas só criei coragem pra me arriscar nessa cor no ano passado. Eu me aventurei nos loiros durante um bom tempo, mas nunca me senti totalmente satisfeita com os tons que eu conseguia. Isso porque, por mais que eu tentasse ir pra um loiro mel, ele acabava ficando Joelma mesmo, sabe?

Nada contra a quem gosta desse tom, mas só acho que não ficava bonito em mim. Eu sou muito, muito branca e meio amarela, e esse loiro me deixava apagada. Eu sentia que devia estar sempre impecável e maquiada para me sentir bem, e isso com o tempo, começou a me deixar um pouco cansada.

Meu ruivo já completou um ano de idade, e sinceramente, não me imagino mais com nenhuma outra cor de cabelo! Acho que nem as outras pessoas, viu? Todo mundo que me vê, mesmo que me conheça desde sempre, diz que eu nasci pra ter essa cor da cabelo.

  • Quanto vou gastar para manter o cabelo ruivo?

Apesar de ser um grande sonho, ter cabelo ruivo me dava um certo receio, porque eu pensava que a manutenção da cor e os retoques mensais me dariam muitos gastos, e que como o fundo do meu loiro era mais escuro, eu poderia ficar mais tempo sem retocar. Me enganei profundamente, pois os gastos com hidratação e reconstrução do cabelo loiro eram tão (ou mais) altos quanto eu tenho hoje pra manter o cabelo laranjinha.

Não sou muito boa com contas, mas para você ter uma ideia, podemos pensar assim: tirando o grande dia da mudança de visual, que você vai contar com a ajuda de um profissional, ou usar uma quantidade maior de produto do que usamos nos retoques mensais, basicamente você vai gastar um tubo de tinta por mês + um potinho de OX. Isso deve ficar em torno de uns 40 reais.

Xampus e condicionadores, mesmo que específicos para cabelos tingidos, não fogem muito do valor dos demais produtos. Já sobre hidratantes, máscaras e reconstrutores, você também vai acabar se identificando com algum durante sua fase de pesquisa e testes, então esse custo tem a ver com seu gosto pessoal. E isso acontece quando assumimos qualquer tipo/cor de cabelo.

O que pega mesmo é que o cabelo tingido não fica tão poroso e quebradiço quanto um cabelo descolorido. Isso porque, durante o processo de tintura nós estamos adicionando pigmentação e componentes ao fio, o que acaba, de certa forma, “envolvendo e protegendo” também, diferentemente do processo de descoloração, onde a gente “desgasta” o fio para tirar um pouco de sua cor.

Enfim, no final das contas, o ruivo danifica muito menos, e mesmo que eu não saiba explicar quimicamente o que ocorre de fato, a minha experiência como ex-quase-loira e atual-red-hair diz que é isso aí! Pode confiar 😉

girl_red_hair_favim_com_466650copy_by_iluvemo4eva-d5svtp5

  • Qual tom de ruivo combina comigo? 

O que você quiser, amiga.

Sou super contra essas recomendações de cor, que dizem que as mais morenas ficam bem assim, e mais brancas ficam bem assado. Acho que essas dicas só limitam a gente. Meu conselho é: se joga naquele cabelo que você sempre quis ter!

A única coisa que eu costumo recomendar, além do cuidado com a saúde do cabelo e o que ele pode aguentar, é que você pesquise e separe algumas inspirações, tanto em relação a cor, quanto à textura, tom de pele, estilo e etc. Enfim, é só pra não dar um tiro no escuro e saber que há exemplos reais e bonitos sucesso que você pode seguir. As minhas esta, esta e esta aqui.

Ou se quiser inovar mesmo… meu bem, vai fundo! e depois me mostra, que adoro ver coisa nova! 😉 Se você ainda não tem nenhuma referência pra seguir, clica aqui e confere meu álbum de ruivos lá no meu Pinterest!

Toda ruiva é linda! <3
Toda ruiva é linda! <3
  • Desbota muito? Qual a frequência do retoque de raiz?

Muita gente me pergunta se a cor desbota muito e com qual periodicidade eu retoco minha raiz. Engraçado como antes de mudar de cor a gente fica cheio dessas dúvidas, mas depois que pinta, tudo fica tão automático que é até difícil de pensar.

Bem, meu cabelo não desbota muito não, até porque, para tons acobreados, isso acontece de forma bem mais sutil do que para vermelhos cereja/fantasia, por exemplo. Na primeira lavagem pós retoque e tonalização, às vezes, sai um pouquinho de excesso de tintura, mas depois, não sai mais nada.

Acho que quanto mais intensa for a cor escolhida, mais rápido você vai notar que ela desbotou. No meu caso, eu até prefiro a cor nessa reta final, perto do dia do retoque, sabia? Quando eu retoco e tonalizo, ele fica bonito, mas muito aceso e intenso, mas não é exatamente o que eu gosto.

Anyway, a questão é essa mesmo: o seu gosto pessoal.

Sobre o retoque de raiz, eu faço uma vez por mês, mas vai depender muito do crescimento do cabelo. Eu geralmente espero dar um dedinho de raiz pra poder pintar, que é o que cresce mais ou menos por mês.

Aliás, aí é que você vai começar a notar o quanto seu cabelo cresce, minha filha. Raiz é um negócio que dedura a gente pra caramba! hahaha mas eu nem ligo muito, porque nunca quis pagar de ruiva natural. Mesmo tendo as minhas sardinhas e um tom de pele que engana bem, eu não tenho o menor problema em me assumir ruiva de farmácia.

Meu primeiro dia ruiva! <3
Meu primeiro dia ruiva! <3
  • Fica muito manchado? Demora pra atingir a cor deseja?

Você corre o risco dele ficar manchado sim, mas isso depende também da qualidade e uniformidade de aplicação do produto, e também do histórico de químicas de você tem no cabelo. Particularmente, acho que no caso do ruivo acobreado, as manchas ficam até… charmosas.

Eu demorei um pouco pra chegar no meu tom dos sonhos. Como meu cabelo é muito escuro, na primeira tintura – foi em maio de 2015 – ele ficou mais vermelho do que eu queria, mas muito mais bonito do que eu esperava que ficasse.

Nos dois retoques seguintes, junho e julho, eu continuei trazendo a tinta pro cumprimento e para as pontas, para a pigmentação fixar bem no meu cabelo.

Em agosto e setembro eu passei a usar tonalizante do cumprimento, porque achei que a tintura já estava danificando muito. Mas eu outubro senti que ele estava apagadinho, e quis dar um pouco mais de cor. Daí ele ficou bola de fogo, vermelho de demais, me assustei e falei: pera, não é isso que eu quero.

Ruivo + intenso!
Ruivo + intenso!

Deixei ele desbotar durante todo aquele mês e em novembro, usando xampu anti resíduo, e quando fui retocar de novo, usei um descolorante para puxar umas luzes mais claras, e ele ficou bem laranjinha, quase loiro. Foi então que em dezembro, perto do natal, eu finalmente cheguei no ruivo acobreado dos meus sonhos!

Tive que hidratar e cuidar muito bem durante esse período, pois o cabelo ficou mais poroso mesmo, não tem jeito 🙁 mexer com química e cor tem suas desvantagens, mas eu acabei conhecendo um monte de coisas legais que ajudaram meu cabelo a se recuperar super bem. Conto pra vocês no próximo post, e atualizo com o link aqui.

Clareando pra poder chegar no ruivo dos sonhos!
Clareando pra poder chegar no ruivo dos sonhos!

Então… Foram 7 meses até chegar na cor que eu queria.

Tá, pode até parecer que demorou demais, mas eu ainda estava me descobrindo e buscando as tais referências que comentei com vocês, e pra mim, a saúde do meu cabelo era minha prioridade. Tem gente que mexe mil vezes no cabelo em um mês só, mas eu não tenho essa coragem.

Eu só me arriscava a mexer de novo na cor depois que eu passava umas semanas cuidando, hidratando e preparando o cabelo pra próxima maluquice. Não acho que é questão de certo ou errado, é de prioridade mesmo.

Meu ruivo dos sonhos! \o/
Meu ruivo dos sonhos! \o/
  • Consigo pintar sozinha em casa?

Não sei, amiga. Mas de verdade, eu não recomendaria isso. Vejo milhões de meninas super corajosas na internet, que fazem um montão de coisas no cabelo, sem um pingo de medo, e acaba dando certo. Mas sei lá, tenho muito amor pelo meu cabelinho e morro de medo de estragá-lo.

Por mais que seja caro fazer esse tipo de processo no salão, o melhor é sempre buscar ajuda de um profissional preparado e qualificado para fazer essa mudança no seu cabelo. Depois disso, você até pode aprender a retocar sozinha, ou mesmo pedir a ajuda de alguém, e seguir tonalizando conforme a dica do seu cabeleireiro. Ai, me desculpa se fui muito cagona no conselho, mas é isso que eu penso.

Eu sempre fiz meu cabelo com a minha cunhada Rô, que é uma excelente cabeleireira. Esse ano, como me mudei para Berlin, tive que aprender a me virar sozinha por aqui. Eu não tinha coragem de bater na porta de um salão e entregar meu cabelo para alguém desconhecido, porque sou dessas. Eu fiz um post pra vocês falando sobre os apuros de uma ruiva tingida em Berlin, onde eu contei toda minha saga para encontrar tintas por aqui nos primeiros meses.

O grande problema é que fui levando meu ruivo novamente pra um tom muito fechado, que eu só consegui corrigir com a ajuda da Rô novamente, quando passei um tempo com a minha família no Brasil em julho desse ano. Agora eu também já sei onde encontrar a minha tinta aqui (numa loja mara que fica no shopping Alexa, só com coisas pra cabelo!) e tô amando novamente a minha cor.

Cabelo curto e ruivo! <3 muito amor
Cabelo curto e ruivo!
  • No dia do retoque

Tinta e OX: Eu uso a tinta 8.4 da Collor Perfect com OX de 30vl da Acquaflora. Quando termino de passar tinta em toda raiz do cabelo, eu passo um pouco de tinta na sobrancelha e espero agir por 40 minutos. Particularmente gosto bastante dessa tinta, não sinto nenhuma coceira depois que uso, ela pigmenta super bem e não macha a pele, mas também já ouvi falar muito bem da Majirel e da Igora, que podem ser minhas opções, caso eu não encontre a que eu já costumo usar. Se o seu cabelo for mais claro, que o meu, você pode usar a OX de 20vl.

Tonalizante: Para tonalizar, eu estou usando o Garota Veneno da Lola Comestics que é maravilhoso! Além de tonalizante ele é um hidratante, então depois de lavar o cabelo com xampu, eu passo um pouco do Garota Veneno, misturado com creme branco, e deixo agir por 10 minutos. Fica perfeito!

Xampu: Eu estou usando o Tio Nacho, tanto na lavagem pós retoque, como também 1 vez na semana. Ele tira bem os resíduos da tinta e prepara bem o cabelo pra receber uma hidratação. Além de ter um cheiro maravilhoso de mel!

  • Cuidados semanais

Eu também estou usando um xampu da linha Schwarzkopf Gliss Kur, que encontro aqui em Berlin, é próprio para cabelos coloridos e tem um ótimo custo benefício. Uma vez por semana eu também uso um creme de hidratação da mesma linha, combinado com outros cuidados, tais como óleo extraordinário da Elséve, óleo de côco e outros segredinhos… que contarei pra vocês no próximo post, prometo! <3

E aí… Bora acobrear essa cabeleira?

Beijos e boa semana!

 

 

You may also like

4 Comentários

  1. Vc ficou mto bem ruiva e de cabelo curto. A tintura tem amônia e vc mistura com ox, que é um dos produtos para descoloração, por isso danifica. Mas nada que uma reconstrução a cada 15 dias não resolva (produto concentrado em queratina, proteínas e todos componentes terminados em”ina”). 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *