O mundo precisa de gente como nós

clover-clovers-color-feed-Favim.com-4012321

Vez ou outra a vida pega a gente de surpresa. Mesmo quando tudo parece calmo, tranquilo, mesmo quando já estamos conformados com os fatos, achando que eles são o máximo que a vida pode nos dar. Gente otimista demora pra perceber que caiu numa zona de conforto, e que na verdade, só ele ainda não enxergou que as coisas não estão tão bem quanto parecem, e muito longe de onde deveriam estar.

Gente que passa mais tempo olhando o lado do bom de todas as situações, se apegando ao que realmente foi positivo em cada dia que passou, leva muito mais tempo para desistir, pra jogar tudo pro alto. E é por isso que a queda parece ser maior, mais dolorida e mais injusta. A gente se dedica tanto, não é?

Durante as fases turbulentas, tentamos entender o porquê de tudo, buscando as respostas para justificar aquilo que não está mais sob nosso controle, nem pode ser mudado com nossa esperança e nossa fé. A gente sofre mais que os outros, porque perde o chão.

Mas o mais engraçado, é que se esse nosso otimismo nos desespera em meio ao caos, logo conseguimos voltar nossos esforços e energias novamente para o bem. E em pouco tempo, surpreendentemente, passamos enxergar luz e coerência no rumo que as coisas tomaram a partir de então. 

Como num passe de mágica os caminhos começam a se abrir, pessoas boas se aproximam com conselhos, um ombro amigo ou um convite para um café, e uma lista de oportunidades e novos sonhos começa a brotar numa folha de papel. Mesmo que a gente ainda esteja meio sem rumo, a nossa certeza de que tudo vai dar certo, que outrora nos cegou, agora é energia e coragem diária para enfrentar um novo ciclo.

Você descobre que é muito mais forte do que imagina, sabia? Descobre que a luz que você carrega dentro do peito pode te levar pra qualquer lugar que você quiser, basta saber iluminar os planos certos. E essa mesma luz vai te ajudar a curar suas feridas, até que elas se tornem boas lembranças de novo, como tudo que está em seu passado. 

Não fique triste quando te chamarem de bobo, sonhador e ingênuo. Melhor viver assim do que se enganar, trancado em um compartimento de mágoas, medos e rancores que jamais lhe trariam coisas boas. Seja corajoso, verdadeiro e respeite seu tempo. E nunca deixe de acreditar na bondade que há em algumas pessoas, no amor e em dias melhores. O mundo precisa de gente como você, como nós. 

You may also like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *