Diário do Wisky – Roupinhas de inverno, Petshops e estilo de vida dos cães berlinenses

wisky_snow

Olá, pessoal!

Olha eu aqui de novo no Blog da Mamis! Hoje eu vou falar sobre algumas coisas que as pessoas me perguntam bastante lá no meu Instagram, e também vou falar sobre o estilo de vida dos cães aqui de Berlin.

O que mais gera curiosidade para as pessoas do Brasil é como cuidar dos cães durante o inverno rigoroso. Muitas gente pergunta, por exemplo, como que os donos agasalham seus cães aqui na Alemanha. A resposta é muito simples: elas não agasalham! hahaha

Pois é, gente. São poucos os cãezinhos que vejo na rua usando roupinhas. Dá pra perceber que os que estão com algum tipo de agasalho, são cães mais velhos, que naturalmente já exigem esse tipo de cuidado por parte de seus donos. Mas no geral, mesmo com neve, os cães saem de casa sem nenhum tipo de proteção.

Já notei que o povo daqui não trata cachorro com todo o mimimi com que somos tratados aí no Brasil. Esses dias fui num Petshop daqui com meus pais, e mesmo se tratando de uma loja grande, a variedade de produtos nem se comparava com Petz de São Paulo.

Aqui a gente encontra o basicão, que é comida, produtos de higiene, caminhas e casinhas. Just it. Ainda não encontramos uma loja que vendesse roupinhas e acessórios, por exemplo. Porém, no site dessa loja que a gente foi, você encontra outras coisas sim, inclusive roupas.

A Alemanha, apesar de ser um país super pet friendly (que aceita cães nos transportes públicos e em vários outros lugares), cachorro é cachorro, sabe? A gente vê que praticamente todo mundo tem algum bichinho de estimação, mas alemão, de um modo geral, é um povo sem frescura.

Mamãe fica chocada quando se depara com um cachorro “pelado” nesse friozão. Mesmo que eu seja um shihtzu, e tenha a pelagem bem felpuda, eu nunca saio sem roupa ¬¬

Eu adorava usar roupinha aí no Brasil, mas como era de vez em quando, eu só gostava pra fazer charme e chamar a atenção das pessoas. Mas aqui, como é obrigação (por pura neura da louca da minha mãe) eu tô achando um porre. Todo dia, ela fala as duas palavrinhas mágicas: vamos passear? Eu fico feliz, mas logo me deparo com as roupas, e começo a fugir. Que saco, mãe!

O lado bom é que, quando eu saio de casa, faço o maior sucesso! Não é sempre que o pessoal vê um cachorrinho tão bem agasalhado como eu! hahaha eu quase sempre faço muitos amigos a rua por isso.

Bom, se você tá pensando em levar seu cachorrinho para algum lugar bem frio, vou mostrar os meus looks para ajudar vocês! hehehe

Dias frios e com muito vento: Essas são as roupinhas que uso quando as temperaturas estão baixas, mas não estão negativas, tipo entre 0° e 5º. Também uso nos passeios do fim do dia, quando já não tem mais sol e dá uma esfriada. Tem dias que o vento está bem forte também. A que eu mais gosto é a vermelha!

wisky-roupa-inverno-friodemais

 

Dias “mais quentes” (10º e 12º): essa roupinha é um pouco mais fina e bem fácil de colocar, então, acaba sendo a que eu uso com mais frequência. Como agora estamos no final do inverno, quase todas as manhãs tem um solzinho gostoso 🙂 mamãe aproveita para passear comigo nesse horário, porque além de ser mais agradável, não implico com essa roupinha.

wisky-roupa-inverno-basica

 

Friaca monstra com neve ou chuva: a temperatura mais baixa que peguei aqui foi de -12º! Nesses dias, eu usava uma dessas duas roupinhas (a azul é a mais grossa) que cobrem até as perinhas + esse agasalho que é forrado. Além dele ser bem quentinho, a parte de cima não molha, serve como um tipo de capa.

wisky-roupa-inverno-neve

– E as suas patinhas na neve, Wisky? 

Essa é outra coisa que me perguntam muito! No começo, mamãe ficou com medo de eu queimar as minhas patinhas no gelo. Sim, é claro que os donos devem ficar atentos à sensibilidade das nossas patinhas (vai ver cada cachorro é de um jeito né?), mas nós não achamos que era necessário usar sapatinhos, por exemplo.

Eu adorei brincar na neve, e nunca demonstrei nenhum desconforto ou dor quando pisava nela. Mesmo assim, meus pais sempre tiveram o cuidado de não exagerar, e não me deixavam muuuuito tempo no chão. Eu peguei neve poucas vezes, mas no inverno que vem, vou poder brincar e experimentar mais.

Meus pais até querem que eu use um sapatinho nos dias em que chove ou garoa, pois como o chão da cidade é bem sujo, eu fico com as patas bem encardidas… Écat. Aí tem que ficar lavando, secando… E dá um trabalhão, porque eu odeio que mexam nas minhas patinhas.

Mas não curti esse lance de sapatinho não. Meus pais morreram de rir de mim quando tentei usar, mas não se ligaram para filmar na hora, pois eu fiquei bem chateado com a situação. Se quiserem ter uma ideia de como foi, vejam esse vídeo aqui! 😛

Ah, uma coisa que minha mamãe fez, foi não cortar os pelos que crescem entre os meus coxins. No Brasil, eu fazia tosa higiênica com frequência, mas aqui, eles servem como proteção. Requer muito mais higiene, é claro, e tem que ficar aparando sempre, pra eu não ficar derrapando em casa, nem lambendo o tempo todo. Mas é muito importante deixar um pouco desse pelo para proteger!

coxins

Bom, é isso, gente!

Até a próxima!

Lambeijos do Wisky

 

 

 

 

You may also like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *