Diário do Wisky: Como viajar com Pets da Alemanha para o Brasil – Parte I

wisky-brasil

Olá, cãolerinha!

Ando meio sumido do Blog porque tivemos dias muito agitados por aqui! Além dos passeios de rotina, mamãe e eu começamos a fazer umas caminhadas mais pesadas, e eu estou voltando com o meu projeto #WiskyNoMedidaCerta. Tudo isso porque estamos nos preparando para uma temporada no Brasil! <3

Mas assim como da primeira vez, planejar uma viagem com Pets exige muita pesquisa, paciência e atenção a todos os detalhes. Pra minha sorte, não temos um agravante dessa vez: não existe quarentena para chegada de animais domésticos no Brasil.

Este sempre foi o maior medo dos meus pais com todo esse lance de viagem. Em alguns lugares, o animal precisa ficar um período em observação, para que os agentes se certifiquem de que ele não possui nenhuma doença.

PROCESSOS BUROCRÁTICOS

É muito difícil achar esse tipo de informação na internet! Para vir pra Berlin, foram meses e meses de pesquisa, exames e contatos, e como tudo estava sendo feito pela primeira vez, parecia ser ainda mais complexo.

Tudo começa com o fato de que cada país tem suas próprias exigências para permitir a entrada de animais. Para entrar na União Europeia, eu precisei colocar um microchip e tomar minha vacina contra raiva, pois na Europa ela foi erradicada, e enviar uma amostra do meu sangue para o Centro de Zoonoses de São Paulo.

Nesse lugar, eles fizeram um exame de sorologia e emitiram um laudo que comprova que eu não possuo raiva. Esse laudo é válido por toda minha vidinha, desde que meus pais nunca deixem minha vacina vencer! Caso contrário, eu teria que fazer tuuuuudo de novo, inclusive, respeitando o período de 4 meses no Brasil, até poder vir pra cá.

Aqui no Blog tem 4 posts que detalham direitinho como fizemos todo processo: neste primeiro, a gente conta o que precisa ser feito e como foi a saga para descobrir e entender tudo. No segundo post, a mamãe conta o que era necessário para trazer meu irmãozinho Alvin, que é um porquinho da índia. Mas depois, ela fez um terceiro, contando sobre a tristeza de ter que mudar de planos e deixar o Alvin o Brasil. E por fim, o quarto post, falando sobre as providências da viagem e a emissão do meu CZI.

COMO SAIR DA ALEMANHA RUMO AO BRASIL?

Por mais que tudo isso tenha dado um trabalhão, a pesquisa e os contatos eram todos feitos em português, né? A gente conversou com pessoas que passaram por experiências semelhantes de viagens com Pets, e também conseguiu um contato super acessível no Vigiagro, que é setor responsável por permitir a entrada e saída de animais no nosso país e sempre esclareceu as nossas dúvidas.

Nós encontramos esse link no site da Embaixada Brasileira aqui de Berlin, que explica direitinho o que precisamos fazer, mas não deixa claro quem são esses Amtstierarzt, os Veterinários Oficiais da cidade. A gente chegou a mandar um e-mail para a Embaixada, mas nunca tivemos nenhuma resposta deles.

Foi aí que a mamãe entrou em contato com a Debbie do Blog Pequenos Monstros, que viajou para vários lugares com os cãezinhos dela. Ela nos recomendou entrar em contato com o veterinário que ela conheceu aqui, para ver se ele poderia nos ajudar com essa informação.

No site desse veterinário, tem uma lista com todos os telefones dos Amtstierarzt daqui de Berlin! Só que no começo, a gente achava que era só contatar o que ficava mais próximo da nossa casa, mas hoje fomos informados pelo Vet de Neukölln que cada distrito daqui tem seu próprio Vet Oficial. Eu nem sabia dessa parada de distritos, acreditam?

Esse Vet disse que nosso distrito é do Mitte, pois moramos na região Wedding – Alexanderplatz, e nos passou o contato de lá. Ufa! Agora a gente tá esperando esse pessoal responder por e-mail o que precisa ser feito exatamente. Aliás, a gente tem mesmo é que rezar pra eles esclarecerem tudo por e-mail, pois é muito difícil falar desse assunto, mesmo que seja em inglês.

COMO EMITIR O CZI AQUI NA ALEMANHA 

No Brasil, por exemplo, depois que você tem todos os documentos em mãos, é necessário marcar a viagem antes de ligar na Vigiagro de São Paulo para agendar a retirada do CZI. O Certificado Zoosanitário Internacional é o documento que comprova a validade de todas as outras paradas (michochip, vacina e sorologia) e me permite entrar nos outros países.

Eu acho que você pode tentar ligar lá um mês antes da viagem, e quando você liga, eles já agendam uma data para você levar todos os documentos. Isso porque o CZI é válido somente por alguns dias, e não pode vencer até o dia em que você for viajar com seu pet.

Para sair daqui da Alemanha é a mesma coisa. Eu também preciso de um CZl, e ele só tem validade se expedido no máximo 10 dias antes do meu ingresso ao Brasil. No site da Embaixada eles disponibilizam o formulário desse documento para download que a gente já pode levar preenchido, junto aos demais documentos, pronto pro Vet Oficial assinar.

Agora só nos resta esperar a resposta do Amtstierarzt da nossa região para providenciarmos os próximos passos: emissão do meu CZI com assinatura desse vet oficial, pegar firme na minha dieta e ficar no meu peso ideal pra poder viajar na cabine, e finalmente comprar as nossas passagens! \o/

Torçam para que dê tudo certinho, meus AUmigos! Tô morrendo de saudade da minha família no Brasil, principalmente do Nico, Rocky e Alvin! <3

Lambeijinhos para aucês!

~*

Link para a lista de Telefones dos Veterinários Oficias de Berlin por Região

http://www.tierarztpraxis-dr-beck.de/Phone.htm

Contato do Dr. Bornemann que foi super gente boa (Berlin-Neukölln)

Infos sobre o Veterinário Oficial da região Berlin – Mitte

You may also like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *