Diário do Wisky: Como viajar com Pets da Alemanha para o Brasil – Parte 3

84da6675-2f1d-488b-9a32-5de27a4b0741

Olá, CÃObada de gente bonita!

Finalmente chegou a tão esperada semana da viagem para o Brasil! Eu já estou com todos meus documentos certinhos e nossas malas já estão prontas. Ontem a mamãe deu umas dicas de como fazer uma mala de viagem bacana e como proteger objetos delicados dentro da bagagem.  

Então, no post de hoje, a gente vai contar a minha versão Pet disso tudo!

Em muitos outros posts aqui do Blog, contamos para vocês como foi a nossa primeira experiência com viagem internacional. Em todos os momentos sempre foi muito importante a atenção aos detalhes, às datas e às regras que devemos cumprir.

Viajar com Pets é realmente muito complicado como se imagina, mas com bastante atenção e dedicação, é possível estar com seu peludo em mais esse momento. O dono do animalzinho deve, sobretudo, comprovar que ele é saudável e tem condições sanitárias de transitar internacionalmente.

Nesse post a gente fala como foi nossa pesquisa e como descobriu todos os trâmites e processos burocráticos pra eu poder viajar da Alemanha para o Brasil. Nesse aqui, contamos como foi a compra da passagem, minha reserva no vôo, e como planejamos os próximos passos.

Na última segunda-feira nós fomos até ao Amtstierarzt, que é um Veterinário Oficial aqui de Berlin. Esse senhorzinho é quem podia assinar meu CZI, documento que precisa ser emitido sempre que o pet viajar e autoriza sua entrada nos outros países.

Eu contei pra vocês nos posts ali de cima tudo que o pet precisa ter para conseguir tirar esse documento, e o modelo de CZI aqui da Alemanha para viajar para o Brasil é esse formulário aqui que você encontra disponível pra download no site da embaixada brasileira.

Eu precisei ir junto com a mamãe, porque o Vet Oficial precisa ver que eu realmente existo. Nós lemos alguns casos em que as pessoas dizem que eles examinam o animal, mas esse meu Vet nem ligou muito para mim. Entregamos todos os documentos que ele pediu (laudo sorologia, carteira de vacina anti rábica e comprovação de microchip) e, depois que conferiu tudo, ele assinou e carimbou meu CZI, que a mamãe já levou preenchido com todas as minhas informações.

Esse Vet Oficial também nos informou que eu precisava de um Pet Passaporte Europeu para poder voltar para a Berlin. No primeiro momento, mamãe levou o maior susto, pois o pessoal do Brasil nunca mencionou a necessidade desse passaporte para voltarmos pra cá.

Ele também pediu bastante atenção (na verdade fez cara feia mesmo) pra data da minha vacina contra raiva: ela vence na próxima segunda-feira, dia 11/07. Assim que eu chegar, vou na tia Satie pra fazer essa vacina. Ela não pode vencer de jeito nenhum, senão, ela invalida minha sorologia e tooooodas as outras coisas. Estar imune à raiva é a parada mais importante de todas. 

Ah, outra coisa que a gente não sabia: depois da vacina, eu preciso esperar 30 dias para poder viajar de novo. Por pura sorte, vamos ficar 40 dias no Brasil, então vai dar tudo certo. UFA!

(Não podemos deixar de agradecer a tia Thaís, mamãe da minha amiguinha Bella, que foi com a gente e falou com o senhor Vet em alemão! Sem ajuda dela nós não teríamos conseguido meus documentos, pois o Vet não falava inglês. Obrigado, tia Thaís! <3)

Mas o que acontece é que agora eu sou um morador aqui da cidade, e preciso de mais esse documento para conseguir voltar. Ele disse que qualquer veterinário poderia fazer esse passaporte pra mim, então voltamos para casa, e mamãe começou a procurar consultórios na nossa região.

Graças ao papai do céu, eu não precisei ir a nenhum veterinário daqui nesses primeiros meses, e sempre que a mamis tem alguma dúvida, ela troca e-mails com a Dra. Satie, que é a vet de todos os pets da nossa família no Brasil.

Por sorte, conseguimos falar com um consultório bem pertinho daqui de casa, e eles nos atenderam em inglês e nos disseram que poderíamos ir lá fazer meu passaporte no fim do dia. Fui novamente com a mamãe, e quando chegamos lá, a atendente era uma querida! Nos recebeu bem, pegou algumas informações e pediu pra gente esperar.

Deu pra perceber que ela foi bacana e fez um encaixe pra mim no fim do dia, pois viu que nossa viagem seria essa semana. O passaporte sai na hora! A doutora de lá fez a leitura do meu microchip com um aparelhinho e deu uma olhada geral na minha pessoinha rs.

O custo desse Pet Passaporte Europeu + a “consulta” foi de 25,89 euros, e o CZI que contei lá no começo custou 20. Voltei pra casa mais documentado do que nunca, e me sentindo muito importante! Eu tenho um Passaporte Europeu, gente! Dá pra acreditar? hehehe

IMG_20160705_121252

Como a mamãe contou ontem, também já tô de malas prontas! Não vamos levar tanta coisa, pois vou ficar hospedado na casa dos meus avós, e lá tem as coisas do Nico… Que eu sempre acho que são minhas! hahaha brinquedo, caminha, pote de comida, tudo. Lá eu tô em casa né, pessoal?

As únicas coisas que vamos levar como bagagem de mão são:

  • Minha bolsinha de transporte na qual devo ficar durante todo o vôo;
  • Cobertorzinho pra eu dormir (apesar de peludinho, mamãe sempre se preocupa se vou sentir frio);
  • Tapetinho higiênico que a Cia Aérea pede pra forrar a bolsinha, caso o pet faça xixi ou cocô (eu não faço);
  • Meu ETzinho de brinquedo, pra eu poder me distrair durante a viagem (é importante que o brinquedo não faça barulho, viu?);
  • Potinho com um pouquinho de ração pra eu comer à noite (não sabemos se lá na hora vão pedir pra jogar fora, mas não custa tentar, né? se não puder, mamãe me dá os legumes e frutinhas que eles servem nas refeições)
  • Bebedouro portátil que a mamãe enche com a água que dão no avião (ela não me dá muito, pra eu não sentir muita vontade de fazer xixi).

Tudo vai dentro de um Ziploc na bolsa da mamãe! 😉

IMG_20160705_210033

Agora é só curtir os últimas dias aqui, ficar bastante com meu papai, e me despedir de todos os amigos que já fiz aqui! Ficaremos 40 dias no Brasil e sentiremos saudade de tudo em Berlin.

É isso, pessoal! Se vocês tiverem alguma dúvida, é só deixar nos comentários! Assim que chegarmos no Brasil, a gente conta como foi a viagem e prepara um post bem completinho com várias dicas de viagem com Pets pra vocês!

Lambeijinhos!

 

 

 

 

 

You may also like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *