Ausência e vida maluca! #tavavivendo

bright_side_of_life-other

Acabo de tomar um susto dos diabos quando vi a data do meu último post: 29 de M-A-I-O

Antes que me critiquem pela ausência no blog, eu me justifico: os últimos meses foram loucos, intensos e extremamente cansativos. Não consigo lembrar de um fim de semana sequer  sem programação. E eu que pensei que a vida de casada seria mais tranquila do que a de solteira… Engano meu. Até porque, agora são várias agendas para cumprir: a minha, a dele (e a nossa), a de ambas as famílias, a de todos os grupos de amigos e até as dos nossos bichinhos.

Há algumas semanas atrás, logo que voltei de viagem, levei um puxão de orelha de uma grande amiga e fiel leitora do blog, por estar há tanto tempo sem escrever. Eu ainda não havia me dado conta que já fazia quase 5 meses, mas enquanto tomava uma taça de vinho Chileno, prometi para ela que retomaria minhas atividades.

E lá se foram 3 semanas desde o encontro com as meninas… E só consegui cumprir minha promessa agora. Tenho 6 posts no rascunho, com algumas ideias soltas e má distribuídas. Sabe aquela sensação de quem passa meses fora de casa, e quando volta, apesar de tudo estar no lugar, a poeira corre solta? É, Nati… Tava na hora mesmo de colocar ordem no barraco. 

De lá pra cá, teve copa do mundo, teve celular e cabelo novo. Teve Chá de Bebê do Pedro, da Nicole e da Laurinha. Os três já nasceram e – pasmem – eu ainda não consegui visitá-los! Teve aniversário de 1 ano do Enzo e do César, e três aninhos do Carlos. Teve muito trabalho, muita coisa mudando na agência e o maridão trocando de emprego. Teve correria para deixar a casa em ordem, muita alegria por ter conseguido encontrar uma boa diarista e eleição pra presidente, governador, senador, deputado federal e estadual.

Teve a nossa viagem incrível para o Chile nas duas primeiras semana de férias, a castração e o pós operatório do Wisky nos dez dias que seguiram, e a nossa comemoração dos três aninhos do Nico! Teve a 3ª tempora de Once Upon A Time no Netflix – e isso explica muita coisa. Teve álbum e DVD do casamento ficando prontos (finalmente). Teve Bodas de Pipoca (4 meses/junho), Bodas de Chocolate (5 meses/julho), Bodas de Pluminha (6 meses/agosto) e Bodas de Purpurina (7 meses/agosto).

É, galera, teve muita coisa. Olhando assim, por cima, nem parece tanto, mas foi tudo muito corrido. Teve até primo meu falando que achava que eu estava me candidatando a algum cargo político, de tão difícil que tava pra marcar o Hot Dog lá em casa que, obviamente, ainda não rolou.

Esse período que passei longe do blog me fez lembrar de quando eu passava um tempão sem escrever nos meus diários. Geralmente era assim mesmo: as coisas importantes aconteciam uma atrás da outra, tudo ficava intenso, e eu não conseguia escrever. Meus diários não tem nenhum registro das coisas importantes que aconteceram comigo na adolescência, por isso joguei todas fora no ano passado rs.

Acho que minha cabeça precisa estar mais desligada dos fatos pra poder viajar um pouco. Acho que agora finalmente consigo entender porque o grandes escritores se afastam de tudo por uma temporada para se dedicarem as suas novas. Mas como (ainda) não sou uma grande escritora, muito menos preciso publicar uma grande obra, o lance é tentar organizar o tempo que me resta para me dedicar a esse cantinho que tanto amo.

Sorry, pessoal. Espero que não aconteça de novo.

Beijos

 

You may also like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *