Como receber o seu filhote em casa de forma especial

playful-labrador-retriever-puppy-wallpaper-1920x1080

Vocês já leram aqui no blog que sou louca por cães, não é? E também já ficaram sabendo que, além do meu primogênito Tunico, agora também tenho meu caçulinha Wisky! Eu já nem lembrava mais como é ter um filhote em casa, pois a experiência com o Nico foi tão intensa e tão nova  que ele cresceu e eu nem me toquei. Quando o Wisky chegou, passou um filme na minha cabeça! Pude reviver todas aquelas manias dos filhotinhos, tive que resgatar a paciência do fundo do coração e voltar a pesquisar mais sobre essa fase em que os cãozinhos precisam muito da gente, como qualquer criança.

Vejam agora algumas dicas gerais, com base nas minhas pesquisas e também na minha experiência, sobre como receber um filhotinho em casa com toda tranquilidade e amor que ele merece:

1.Filhote deve ser educado desde o primeiro dia em casa 

Definam previamente tudo que será ou não permitido ao cãozinho. Reúna todos os membros da família e conversem sobre o que vocês aceitam e o que não aceitam em relação ao mais novo integrante. Trassem os limites da casa, expectativas sobre o comportamento dele, mostrem para o cão quais são as regras se esforcem para que dê certo. Há quem diga que nos primeiros meses eles não conseguem nos entender, mas eu posso afirmar que entendem sim! Essa é a fase em que os cães tem mais facilidade e disponibilidade para aprender, pois tudo é novidade para eles. Li uma vez que o Alexandre Rossi, o Dr. Pet, disse que educar um cão depois dos 6 meses de idade [que é quando alguns especialistas recomendam que comece um treinamento mais funcional] é como começar a educar um pessoa a partir da adolescência.

dog-15-wide

2. Mostrem quem ele deve obedecer e já comecem a treinar os comandos básicos

O cãozinho tem que perceber que deve obedecer a todo mundo da casa. Não relaxem como eu relaxei com o Nico, não! Acabei deixando pra minha mãe a responsabilidade de impor os limites com ele porque, na época, era mais cômodo para mim, pois eu ficava com a parte boa de brincar e não me preocupava tanto com as broncas. Não deixe o papel de “mandão” apenas para uma pessoa da casa, pois ele precisa saber que deve respeito a todos.  Também é muito importante ensinar alguns comandos básicos, como o “senta!”, pois você começa a mostrar  que ele será recompensado pelo bom comportamento. No começo, é difícil, mas também muito divertido! ♥ Essas medidas também farão com que ele aprenda a respeitar o limite das outras pessoas, aceitando quando alguém o repreende ou simplesmente não quer um contato tão próximo com ele [não entendo gente assim, BUT, okay].

So-cute-puppies-14749028-1600-1200

3. Escolham um lugar da casa para ser o cantinho dele e deixe claro qual é o SEU limite

Se você não fizer isso, ele com certeza fará. Então, antes que o cachorrinho determine o catinho dele em algum lugar indesejado da casa, mostre para ele onde ficará sua caminha e seus brinquedos. Pode até ser que ele teime em puxá-la para outro lugar no começo, mas segure a gargalhada, reforce qual é o local correto e seja firme. Logo ele entenderá e se adaptará. Mas atenção: os cachorros costumam ficar mais tranquilos quando dormem no mesmo quarto que o casal ou junto com as crianças, pois faz parte do instinto de segurança da matilha. Porém, isso acaba fazendo com que eles fiquem mais apegados às pessoas e podem sofrer mais com a separação.

cute_dog_wallpaper_by_pinkloveeditions-d6ggq0m

Minha opinião particular: não é bacana deixar que o cachorro durma na cama com você. Além de invadir sua privacidade, ele vai se sentir tão importante quanto você e talvez não aceite muito bem as suas broncas. Cachorros que dormem na mesma cama que seus donos, quase sempre se tornam possessivos e agressivos. Portanto, dica importante: permita que seu cãozinho esteja por perto [sou super contra a deixá-los trancados e isolados em áreas de serviço ou quintal!], mas delimite uma certa distância para que um não invada o espaço do outro.

dog-wallpaper-desktop-126

4. Sejam parceiros e persistentes durante o treinamento para xixi e cocô no lugar certo

Não tem jeito, dá trabalho MESMO! Alguns animais são mais espertinhos que os outros e acabam sacando mais rápido onde é que eles devem deixar seus presentinhos. Outros são mais limpinhos (ou até sistemáticos, que limpam as patinhas no tapetinho depois, como o Nico ) e sempre procuram um local afastado da caminha e da comida. Deixem bem claro para eles qual deve ser esse local.

Eu indico os tapetinhos higiênicos que absorvem o xixi e não deixam o cheiro tão forte quanto os jornais (os maiores, tá? pra eles não errarem a mira), Pipi Dog e o Coco Trainer. Mas adianto que esses três recursos não farão milagre se você não ensinar o seu cão. A receita é simples: se você notou que o filhote está cheirando muito o chão e dando umas voltinhas, é que ele quer fazer xixi. Nesse momento, leve-o até o tapetinho, estimule-o a cheirar o pipi dog e fale com voz suave para ele fazer xixi aqui, como se o estivesse incentivando, sabe? É importante que ele já comece a associar a palavra xixi ao que ela realmente significa. Se ele acertar, faça carinho, dê uns grãozinhos de ração e comemore! Logo ele vai aprender que ganhará carinho do dono sempre que fizer com xixi naquele lugar. Depois de uns meses, isso se tornará hábito. Quando o cãozinho quer fazer cocô, é ainda mais evidente! Ele literalmente roda em torno de si mesmo, abaixando o bumbum. Se você for um dono atencioso, logo vai perceber, e daí, é só fazer o que falei acima.

O problema que a gente pode encontrar, porém, é quando cãozinho não acerta o lugar determinado, pois ainda não conseguem segurar [como os bebês que usam fraldas] e acabam fazendo quando bate a vontade. Tome cuidado com as broncas, pois ele pode achar que o fato de fazer as necessidades é que é o problema. Daí, eles começam a querer fazer em lugares escondidos, com medo que o dono brigue, ou até acontece um lance bem chato, que inclusive estamos enfrentando com Wisky 🙁 que é a coprofagia. Alguns filhotinhos acabam comendo seu próprio cocô por medo de deixar sujeira e o dono bravo dar bronca. Porém, há muitos fatores que levam o filhote a agir dessa forma e você pode saber mais sobre o assunto lá no Blog do Dr. Pet.

foto_blog_xixi

5. Fiquem atentos aos sinais do cãozinho e conversem sobre seu comportamento

Troquem informações sobre o comportamento do cão. Às vezes, o filhote se sente mais à vontade para agir de terminada forma na frente de um, ou ele testa mais a paciência de um do que de outro, e por aí vai. Entendam como é personalidade do cãozinho de vocês.

high_quality_puppy_wallpaper

6. Dividam as tarefas relacionadas ao babydog e leiam bastante sobre o assunto

Assim como todas as tarefas domésticas, a higiene, cuidado e alimentação do dog devem ser compartilhados pela família/casal. Assim, todos serão responsáveis pelo bem estar dele e, acreditem, o cãozinho saberá reconhecer. Pesquisem bastante sobre todos assuntos que envolvem o mundo canino e, como dito a cima, troquem figurinhas.

Baby-girl-friendship-with-dog-wallpaper

7. Encoraje-o sempre, mas repreenda sempre que necessário

Filhotes são medrosos, mas muito curiosos também. Você que tem ou já teve filhote deve saber que muitas vezes eles ficam naquela indecisão de “vou-ou-não-vou”, loucas para conhecer alguma novidade, mas muito receosos também. Estimule o seu cão a não ter medo das coisas, agindo naturalmente, por exemplo, quando começa a trovejar ou ao som de fogos de artifícios. Se ele sentir que o dono está tranquilo, então está tudo bem. Mas você o pega no colo e dá manha aos medos bobos dele, ele achará que aquilo realmente é algo que o ameaça a tal ponto, que o dono vai defendê-lo. Nesse ponto, falhamos com o Nico rs. Ele sempre foi muito desconfiado e até hoje tem medo de trovão. Por outro lado, não permita que os filhotes brinquem com fios, ou se acostumem a puxar toalhas da mesa ou varal, coisas desse tipo. Seja rígido com as broncas sempre que ele fizer algo que realmente pode colocá-lo em risco.

dog12

8. Não confundam brincadeiras de filhotes com mau criação

Filhotes tem muita energia e fazem de tudo para garantir a nossa atenção. O tempo que ele leva para conseguir entender tudo que nós gostamos ou não demora um pouco mesmo. Algumas vezes, a brincadeira do filhote pode te incomodar como, por exemplo, ficar puxando a barra das calças, roubar nossos sapatos, ou ficar mordendo a gente. Nessa fase, precisamos ter muita paciência e fazer duas coisas: tentar ignorá-lo, se você realmente não puder dar atenção naquele momento, ou canalizar a brincadeira para algo que seja agradável para você. Se ele insistir, tire a atenção dele com outros brinquedos e petiscos. Com o tempo, ele desiste e logo encontra novas distrações.

?????????

9. Apresentem tudo que o filhote deve conhecer até os 4 meses de idade

Não demore muito para apresentar ao seu cão todas as maravilhas e doideiras do mundo! Filhotes são sensíveis, é claro, mas se você sempre gostou de fazer faxina ouvindo som alto longe de mim não espere o cãozinho se tornar adulto para aumentar o volume do rádio. É obvio que você não pode prejudicar a saúde dele, mas ele precisa se adaptar o quanto antes ao ritmo da casa. Apresente pessoas, permita que ele receba visitas e goste disso, mostre barulhos diferentes e apresente outros animais [de outras espécies, de preferência]. Com exceção ao período de vacinação, em que eles devem se manter afastado de outros cães devido a imunidade baixa.

Cute-Couple-chihuahuas

11. Ensinem o filhote a ser independente

Última dica, mas não menos preciosa: incentive o seu cão a se divertir sozinho. O Wisky passa o dia todo só, enquanto trabalhamos, e quando chegamos em casa, ele quer muita atenção. É claro que a gente corresponde, mas já sentimos que ele dá umas escapadas pra brincar sozinho as vezes. Nessas horas, a gente não fica chamando ele não, até para evitar aqueles problemas de ansiedade de separação. É bom que o seu cão saiba brincar sozinho, que use seus brinquedos ou simplesmente decida tirar um rápido cochilo, longe da agitação dos humanos. Cães são extramente sociáveis e adoram participar de tudo que está rolando na família, mas deixe que ele tenha seu próprio tempo e sua própria rotina.

Dog-Wallpaper_pack3-1

Cuidados gerais:

  • Atente-se à carteirinha de vacinação do seu cão e tente leva-lo ao mesmo veterinário durante toda sua vida;
  • Peça orientação sobre as melhores rações e sobre o que pode ser integrado a alimentação dele ou não;
  • Não leve a qualquer Pet Shop! Pesquise sobre a reputação do pet no bairro e busque indicação. Sobretudo, observe o comportamento do seu cão quando chega do banho! Ele pode estar querendo te dizer muita coisa;
  • Banho 1 vez por semana. Tem gente que acha demais, tem que gente que acha de menos. Pra mim, funciona. Também limpo as patinhas quando chegam do passeio e a barbinha deles depois que comem e bebem água;
  • Cuidado com pulgas e carrapatos! Use o remédio recomendado pelo seu vet mensalmente e cheque todo dia se está tudo okay;
  • Escove cachorros de pêlo longo toda semana, tente acostumá-lo a escovar os dentinhos e chequem se as orelhinhas não estão exalando cheiro ruim;
  • É bacana acostumar o cão a passear do seu lado, sem coleira, apenas atendendo ao seu comando. Mas treine isso com cuidado e em lugares seguros. Cães podem se assustar ou se distrair com alguma coisa e fugir. Até que você se sinta seguro em relação a estabilidade do seu cão, utilize guias confortáveis e seguras;
  • Na dúvida, mesmo pesquisando na internet, consulte o veterinário.

Dicas:

  • Separe o local onde o cãozinho vai dormir e se alimentar do local onde você quer que ele faça suas necessidades;
  • Seja paciente com aquele chororô nos primeiros dias, pois o cachorrinho sentirá falta da mãe e da ninhada;
  • Seja paciente e perseverante em relação ao tempo de aprendizado e as escapolidas do xixi e do cocô;
  • Seja paciente em relação aos móveis destruídos, sapatos mordidos e outras baguncitas más;
  • Muito cuidados com alguns mitos que as pessoas dizem que funcionam com os cães e não dê nenhum tipo de remédio sem prescrição do vet.

Recomendo:

  • Doutora Satie, Vet dos nossos cãezinhos! Uma profissional excelente, super atenciosa e que trata os animais com carinho e muita dignidade. O consultório dela fica na Rua Catão, ali na Lapa, zona oeste de São Paulo. Contato: (011) 97969-1442
  • Blog do Dr. Pet Alexandre Rossi e o projeto Cão Cidadão: http://www.caocidadao.com.br/

Gostaram do Post?

Beijos 

Continue Reading

O que rolou de bom na web essa semana

IRL001-BR001-59225-6-m-Ablestock_e_Keydisc

A semana começou meio parada, por conta do feriado. Ou será que fui eu que não tava muito ligada? rs Mas nos últimos dias, muito coisa bacana rolou! Vamos a mais um post sobre os #LinksDaSemana!

1. Sabe quando a gente se identifica 100% com um site? Pois é. Mais uma pérola daquelas by Diva da Depressão ♥

1538920_507489072719487_6962536532029523719_n

2. Personagens de desenhos animados ficam carecas para apoiar crianças com câncer – Solidariedade, fofura e muito criatividade! ♥ – via Hypeness

Personagens de desenhos animados ficam carecas para apoiar crianças com câncer 2014-04-25 11-47-19

3. “Fizemos um superinvestimento em sua educação e acompanhamos cada passo para garantir que ele tivesse sua independência. Ao ver meu filho de quase 30 anos andando de cueca pela sala, percebi que deveria tê-lo deixado se virar sozinho.” Matéria muito, muito boa! Um tapa na cara de nossa geração. Via Revista Época – Globo.com

A turma do -Eu me acho- - ÉPOCA - Ideias 2014-04-25 11-59-49

4. Caca Cooks – um post bem diferente do que estamos acostumados a ver nesse site, mas a Tatiane Ferreira arrasou com essa inovação! Que menininha fofa, gente! O melhor é ela falando que não quer ser famosa no final do vídeo ♥ – Via Acidez Feminina

5. Fotógrafo desmistifica o estereótipo das raças de cães agressivas com ensaio encantador – Vou abraçar o primeiro Pitbull que ver na rua! hahaha fofura total ♥ – Veja mais lá no Hypeness again [eles arrasam sempre]

Fotógrafo desmistifica o estereótipo das raças de cães agressivas com ensaio encantador 2014-04-25 12-04-40

6. Fotos de Scarlett Johansson nua em Sob a Pele causam rebuliço na internet – assunto que rendeu até post exclusivo aqui no Blog! Confiram aqui: http://tantacoisaemcomum.com.br/entenda-porque-as-repercussoes-negativas-sobre-a-nudez-de-scarlett-johansson-significam-muito-mais/

7. Arthur, transexual de 13 anos: “Acham que só quero chamar atenção” – matéria muito especial sobre o garoto Arthur que, além de transgênero, também é gay e recebe todo apoio e amor da família! vale a pena conferir ♥ – Via iGay

Arthur, transexual de 13 anos- “Acham que só quero chamar atenção” - iGay - iG 2014-04-25 13-41-56

8. A verdadeira sensualidade não é só beleza – Texto incrível da Nathali Macedo via Entenda os Homens

tumblr_lqfs6gxuN71r10hlmo1_500

9. Baby George te despreza – Mais um tumblr super fofo, criativo e com muito bom humor! 🙂 – Via Baby George Te Despreza

Baby George te despreza 2014-04-25 13-52-10

10. Onze melhores motivos para amar o seu corpo – Mais um post inspirador da doce Ju Romano ♥ – Via Entre Topetes e Vinis

11 melhores motivos para amar o seu corpo - Entre Topetes e Vinis 2014-04-25 13-53-15

11. E pra finalizar com chave de ouro: Como eu me sinto quando alguém mais novo me diz que ‘mal pode esperar pra terminar de estudar e começar a trabalhar e se virar sozinho’.

...alguém mais novo me diz que 'mal pode esperar pra terminar de estudar e começar a trabalhar e se virar sozinho'. 2014-04-25 14-04-35

Continue Reading

Entenda porquê as repercussões negativas sobre a nudez de Scarlett Johansson significam muito mais

img-1022709-scarlett-johansso-em-isob-pelei-8

“Scarlett Johansson aparece nua em cena pela primeira vez” via G1.

Eu ia perguntar se todo mundo já tinha visto a notícia que saiu essa semana, mas acabei me dando conta de que somente o título chamaria a atenção de qualquer um, então… É fato que todos já viram.

Trata-se da cena do filme “Sob a pele” em que a atriz observa seu corpo em frente ao espelho. Parece que ela vai ser um ET que seduz os homens, sei lá, um filme meio pirado desses aí.

O fato é que ver a Scarlett Johansson nua deveria apenas causar delírio entre os homens, mas acabou servindo como inspiração para mais um post. Pra começar, quando vi a publicação à respeito na minha timeline, fiquei super feliz com a imagem que vi.

Não era aquela estrutura desnutrida que tanto vemos por aí, até porquê, a gente sempre soube que ela não faz o tipo modelo. Tão pouco encontramos aquele padrão mega turbinado e torneado que somos forçadas a achar que é a coisa mais bonita do mundo. Umas das atrizes mais gatas e influentes da atualidade, que deslumbra todo mundo nas entregas de prêmios de cinema e que deixa qualquer um de queixo caído ao esbanjar tanta sensualidade… Aparece naturalmente bela.

O corpo de Scarlett é como o de qualquer mulher saudável, não viciada em academia. E ainda assim consegue ser extremamente sexy! 🙂

Daí vem o mais ridículo da coisa: vi que algumas pessoas tiveram a pachorra de criticá-la, dizendo, por exemplo, que ela tem peitos caídos. E como eu li lá no Acidez Feminina e assinei embaixo, fala sério, né, gente? Seios naturalmente grandes, sem silicone, são assim mesmo. Tá pensando o que? Teve gente que criticou o fato dela não ter a tal barriga chapada. Eu, hein? Pior de tudo foi ouvir e ler esse tipo de comentário de mulheres ainda mais gordinhas, magrelinhas, ou tão naturais quanto a própria Scarlett.

O que nos dá o direito de criticar o corpo de outra pessoa, quando sequer somos perfeitas? Aliás, o que é ser perfeita? Desde quando existe o tipo de corpo certo e o errado? Sinceramente não entendo o que passa na cabeça dos outros. Não entendo como tem gente que ainda perde tempo falando mal. E não me venham com o tal do recalque, por eu já tô bem de boa dessa palavra aí. Não se trata disso.

Tenho certeza de que a Scarlett Johansson, lá da mansão dela, tá cagando não está nem aí pra esses comentários. Deve estar se sentindo realizada com mais um job pro seu CV, com mais uma estreia Hollywoodiana, com mais uns milhões na conta bancária e um bebê na barriga que está pra chegar. Ela é inatingível. Enquanto isso, aqui no mundo real, as pessoas que a criticam, fazem o mesmo com a adolescente tímida da escola, com a pessoa que tem problemas para emagrecer, ou com a garota que sofre de anorexia.

Na real, as pessoas buscam referências demais nas celebridades, não conseguem enxergar a si mesmas e, pior, não respeitam o limite do próximo.

Pessoas são cruéis.

Continuo achando essa atriz uma das mulheres mais lindas da atualidade e, inclusive, já proibi meu marido de ver as tais fotos [como se adiantasse].

Veja o trailer do filme que tem estreia prevista para 15 de maio aqui no Brasil!

Continue Reading

Moodboard: inspirações para decoração

313050-1

Estamos morando na casa nova há pouco mais de dois meses. Durante esse tempo, foi um correria e tanto para colocar todas as coisas no lugar, muitas brigas devido ao atraso na entrega de alguns móveis e… muita adaptação. Antes do casamento, eu sonhava principalmente com a decoração do nosso apê! Acho que toda mulher sonha em poder decorar a sua própria casa, né? Guardava todas as minhas inspirações no Pinterest e na minha agenda pessoal [recortes, impressões], e não via a hora de sair da pindaíba poder finalmente investir a minha/nossa grana em tudo aquilo.

Porém, o peso da realidade chegou junto com muitas outras responsabilidades financeiras. A vida à dois é maravilhosa, sem sombra de dúvidas, mas nos trouxe gastos que a gente não imaginava que teria. Acabei deixando aquilo que é superficial para dar vez ao que é indispensável. Troquei meus quadros e paredes coloridas [♥] por chuveiro, torneiras e material de limpeza.

E depois de finalmente conseguir me conformar em adiar um pouco os nossos planos de decoração, ontem me deparei com um vídeo muito bacana lá no Chata de Galocha [♥] que me fez simplesmente pirar! E então, resgatei nos meus achadinhos tudo que fui guardando como referência para o nosso apê e fiz um post especial para vocês.

Vejam alguns dos moodboards que fui montando ao longo do processo de mudança pra casa nova! ♥

Cozinha

home_sweet_home_parte1_cozinha

Nossa cozinha é pequena e bem básica, com armários e chão branco, como no projeto. Já que não tem muito espaço para inventar, eu gostaria de aproveitar os azulejos da parede da pia e aplicar alguns adesivos, ou apenas turbinar com uma corzinha a mais que, no caso, eu escolheria o amarelo! ♥

Ideia para guarda-trecos que fica embaixo da despensa:

2fe6b85e5bb30dbd9fef56246abfa7fa

Embaixo na nossa despensa, nós colocamos uma caixa com vários coisas, desde ferramentas até as comidas do bichinhos. A ideia é encapar essas caixas para que fique menos grosseiro. Adorei essa inspiração!

Banheiro

home_sweet_home_parte1_banheiro

O banheiro também é pequeno, com armários, piso e azulejo branco, mas o mármore é preto, do jeitinho que está no projeto. Também já instalamos a cuba, mas sinto que falta um quê a mais nesse banheiro. Curti a ideia dos quadrinhos, mas eu terei que adaptar à realidade de um banheiro menor.

Quarto
home_sweet_home_parte1_quarto

Nosso quarto também é igualzinho ao do projeto e, como os demais cômodos, é bem pequeno. Acho que no momento, só falta dar um ar mais sofisticado e romântico, com quadros e/ou papel de parede, porta-retratos, uma cortina fofa e umas prateleiras de canto, como essas daqui:

canto5

Sala de estar

home_sweet_home_parte1_saladeestar

Aproveitamos o segundo quarto para fazermos uma sala de TV! Escolhemos um sofá bem espaçoso e um rack bem legal. Ficou meio apertadinho mas, muito aconchegante. Agora só falta a minha tão sonhada estante[zinha] de livros e objetos decorativos! Espero poder começar por aí ♥

Sala de jantar

home_sweet_home_parte1_saladejantar

A sala de jantar é [finalmente] mais espaçosa. Compramos uma mesa branca de resina comseis cadeiras, como vocês podem ver na imagem. Agora, só falta a gente montar e instalar o painel para a segunda TV e caprichar mais com quadrinhos nas parede. Também cogitamos colocar um buffet na parede do corredor, para dar uma aliviada no espaço ocupado na dispensa e também para decorar.

modern-buffets-and-sideboards

Varanda

home_sweet_home_parte1_varanda

Sempre imaginei uma decoração bem alegre para esse canto da casa que, infelizmente, no dia-a-dia, a gente nem usa. Não tenho mão boa para plantas =/ então eu teria que optar por opções artificiais mesmo.

Mais uma ideia:

b22ea00021766ecc3e7c1fc044d178a1

Espero que tenham gostado das ideias! Tem mais lá no meu perfil do Pinterest: http://www.pinterest.com/nlaurindo/

Beijos.

Nati

Continue Reading

O que nós podemos aprender com a amizade entre os homens

Joey-and-Chandler-joey-and-chandler-31988668-500-380

Eu sempre os admirei muito por isso, principalmente, porque eles tem particularidades e exclusividades que nós, mulheres, nunca tivemos. Que eles são incrivelmente mais práticos, eu nem preciso reforçar, mas essa característica faz com eles consigam manter esse vínculo sem nenhuma complexidade.

Listei algumas das principais coisas que a gente pode aprender com a amizade entre eles. Quem sabe a gente não se toca, não é, mulherada?

1. Não falar de problemas pessoais

Homens nunca, ou raramente, falam sobre problemas pessoais uns com os outros. Não sei dizer se isso é bom ou ruim, mas o fato é que fica aquela impressão de que sempre está tudo bem. Homens não se preocupam [tanto] um com outro, e mais uma vez não sei se é bom ou ruim, exceto se o cara tá [muito] doente. Daí o amigo faz uma visita. Ou se o cara termina o namoro, o outro leva pra tomar cerveja. E não faz muitas perguntas. Ninguém se mete na vida de ninguém. Homens prezam pela sua privacidade e respeitam isso, ao contrário de nós. E segue o jogo!

2. Não falar mal das namoradas

Antes de conhecer o namorado de uma amiga, ela me passou uma série de informações sobre ele. Algumas delas eu considerava inadmissíveis. E o que aconteceu? Quando fui conhecer o cara, eu já tava cabreira com ele, fazendo aquela cara de prove-me que você a merece. Quando fui conhecer os amigos do meu marido, na época, apenas namorado, todos me receberam muito bem e é assim até hoje. Acredito que ele nunca deve ter falado mal de mim pros caras, mas confesso que as meninas sabem de um defeitinho ou outro que ele tem, de uma briga ou outra e… foi mal, amor.

3. Não cobrar pelo tempo que estão sem se encontrar

Eles passam meses sem ver e sem se falar. Daí, de repente, um escuta uma música que o faz lembrar do outro e, mesmo achando que isso pode parecer meio gay, ele chama o cara pra conversar. Não tem essa de “poxa, você esqueceu de mim”. Tem o “tá sumido hein, caraio?” Homens respeitam o fato de que os amigos tem as próprias vidas, seus compromissos e suas mulheres, e valorizam o pouco tempo que resta para a amizade.

4. Nunca desmarcar os encontros marcados

Completando o tópico acima, eles podem demorar para se encontrarem mas, quando marcam, nem a gente, com todo aquela chantagem feminina, consegue desmarcar. Sério, acho isso incrível. Quantas e quantas vezes, tentamos marcar um encontro com as meninas e sempre tem uma que já tem algo marcado, ou que não vai de última hora por um motivo qualquer. Com homem não tem isso não. O cara pode estar com 45 graus de febre, com o pé quebrado e tudo mais, que ele comparece.

5. Compartilharem os mesmos gostos e rituais

A mulherada critica tanto o fato deles jogarem video game, ou de assistirem aos jogos juntos, mas eu, mais uma vez, acho isso muito legal. Bem que a gente podia marcar mais programas bobos assim, apenas como pretexto para nos encontrar e jogar conversa fora.

6. Eles não se comparam às namoradas

Amiga tem dessas de falar: depois que começou a namorar fulano, ela me esqueceu. Gata, na boa, amizade é muito bom, é essencial, é algo que nos mantém mais vivos, mas não tem como se comparar a um namorado. Quando um cara começa a namorar, eles até brincam que perderam um guerreiro, mas nunca vi nenhum cara fazer drama por isso. Até porque, soaria gay. Eles conseguem ficar felizes pelo outro, torcem pro namoro dar certo e marcam o videogame de vez em quando. E se acabar, tamo aí. Segue o jogo mais uma vez.

7. Não terem frescura com nada

Tem coisa mais chata do que aguentar frescura de amiga? Eu sou chata pra caramba e não aguento a chatice das outras por muito tempo. Por isso, homem já elimina qualquer sinal de frescura que possa surgir entre os amigos e apelam pra masculinidade do cara. É batata.

8. Trocarem xingamentos

Tão natural quanto respirar, homens se xingam de variadas maneiras. Pode parecer meio agressivo, mas eles não se chateiam. Muito pelo contrário, eles adoram! Vão a loucura! Quantas vezes eu já tive vontade de mandar uma amiga para aquele lugar, por brincadeira, mas me segurei porque a fulana é toda meiga, toda fofa, certamente me odiaria. Imagina que louco: Ah, cala a boca, sua gorda! HAHAHAHA que foda!

9. Nunca falar sério sobre as coisas

Pegando a onda do xingamento, mas generalizando um pouco mais, homens não levam quase nada a sério. Pessoa perde o emprego, fica de exame na prova da faculdade e ainda rala o carro na garagem. A amiga fala pra outra: ai, bê, fica triste não, tudo vai ficar bem. O amigo fala pro outro: se fodeu, otário. E seeeeegue o jogo! \o/

Continue Reading

Uma certeza: meu amor por cães ♥

papillon_puppy-wide

Quem tem me acompanhado nas redes sociais e na vida, já deve estar sabendo que eu ganhei um presente muito especial no meu último aniversário: mais um cachorrinho ♥

Apesar de ter insistido muito no começo do casamento pra trazermos um bichinho pra dentro de casa, eu não achava que meu marido fosse ceder. Fiquei meio confusa no começo, inclusive. Repensei milhões de vezes se aquele era o momento certo para sermos três, se quando ainda estamos aprendendo a sermos dois. Algumas pessoas criticaram e eu me senti insegura no início. Foi então que eu me dei conta [depois de muito rezar para São Francisco de Assis] que um cachorrinho estava nos fazendo muito bem!

Desde que o Wisky chegou, tudo ficou mais alegre! Nós começamos a dividir melhor as tarefas domésticas, passamos a reservar um tempo especial no final de toda noite para assistir TV e dar bastante atenção para ele. É um momento da nossa, agora, família! ♥ O que eu achava que seria trabalho em dobro está sendo, na verdade, carinho em dobro.

Pra quem ainda não sabe, eu já tenho um filhinho de quatro patas que se chama Tunico ♥ [In]felizmente, ele acabou ficando com os meus pais depois do casamento, pois ele é extramente apegado aos dois e jamais se adaptaria a uma nova e solitária casa.

Desde que ele passou a fazer parte da nossa família, no final de 2012, sinto que todos os que o cercam mudaram para melhor. A nossa experiência com esse pequeno cãozinho nos trouxe mais sabedoria, mais amor, mais compaixão. Ele é um cachorro exemplar: logo nos primeiros dias, aprendeu todos os truques muito rápido, nunca chorou e sempre foi muito obediente. É claro que devemos isso ao alpha da casa, que é a minha mãe rs.

Quando o Wisky chegou, foi inevitável a comparação. Ele é bem mais bobinho do que o Nico era quando filhote, mais ingênuo e muito mais pentelho, mas deve ser porque ele passa o dia todo sozinho, enquanto a gente trabalha. Fiquei muito impaciente com os primeiros dias, quando ele errava o lugar do cocô e do xixi. Mas graças a muita paciência do meu marido, e por pedir muita calma e sabedoria à Deus e ao meu santinho, meu mais novo pequeno foi pegando as coisas com muita facilidade.

Engraçado como o meu amor por esses dois é como um amor de mãe pelos seus filhos mesmo. Aprendi tudo com o Nico, foi com ele que eu pude descobrir o quão especial é esse amor por um animal. Sou grata a ele todos os dias pela oportunidade de ser sua dog sister e por receber tanto carinho da parte dele. O Wisky chegou depois, mas foi natural a forma com que o mesmo amor também foi brotando em mim, dia após dia.

Amor por cachorro é assim: é tão grande, tão sincero, que não cabe na gente. Não sei o que é viver sem cachorro em casa e espero demorar muito para saber.

Nico ♥

IMG_0341[1]

Wisky ♥

IMG_6226[1]

Família toda reunida, incluindo o priminho Rocky ♥

IMG_6200[1]

Continue Reading

Música da semana: Magic – Coldplay ♥

il-nuovo-video-dei-coldplay-magic

Eu sempre chego atrasada quando o assunto é música, já falei, né?

Mas mais uma vez, aviso: não é lançamento, é apenas uma música que gostei muito! Curto esse estilo mais calminho, romântico e meio lúdico. Apesar de achar esse clipe é incrível, eu sempre costumo imaginar um novo cenário para embalar a tal música, trazendo para uma realidade que possa ser perfeitamente embalada por ela.

Maluca eu, né?

Imaginei o seguinte: ela acorda num domingo bem cedinho. Com cabelo bagunçado, vestindo a camiseta dele e usando meias coloridas, vai andando na ponta dos pés até a cozinha. Esquenta um pouquinho de leite, derrete um pedacinho da barra de chocolate que sobrou do filme de ontem, adiciona uma colherzinha de leite condensado e voilà. Volta pro quarto com as duas canecas nas mãos, olha para ele esparramado na cama, deitado na diagonal. “Quem bom seria se a gente pudesse acordar assim todos os dias, sem pressa”, ela pensou. Decide acorda-lo com um leve beijinho nos olhos e ele desperta sorrindo. Ambos se deliciam com aquele chocolate-quente e se abraçam embaixo da coberta enrolada. O cãozinho nota que os pais já acordaram e se convida para participar de mais um cochilo, até a hora de se levantarem para valer. Mas a vontade mesmo era fazer com aquele momento durasse para sempre.

When I’m with you
Quando eu estou com você
And I just got broken
Me parto em dois
Still I can it magic
Ainda chamo de mágica
When I’m next to you
Quando estou perto de você
[…]
And if you were to ask me
E se você perguntasse para mim
After all that we’ve been through
Depois de tudo isso que passamos
Still believe in magic?
Ainda acredita em mágica?
Oh Yes, I do
Sim, eu acredito

 

 

Continue Reading

Receita de hoje: Super prática – linguicinha com batata

20100303173031910

Hoje é feriado e a gente ficou por aqui mesmo em São Paulo. Na Sexta-feira Santa, ficamos com a minha família, no sábado, fomos ao aniversário da minha melhor amiga e na Páscoa, ficamos com a família do meu marido. Então decidimos curtir o nosso apê e delícia de uma segunda com cara de domingo.

Fiquei naquela empasse entre dar uma geral na casa e vegetar o dia inteiro. Olhei pra minha cozinha e me lembrei que ainda faltava uma das panelas do meu lindo jogo amarelo para estrear. Deixei a preguiça de lado e dediquei um tempo ao cantinho mais saboroso da casa! ;D

Vamos a uma receitinha prática que todo mundo pode fazer:

  • 6 linguiças ou 600g
  • 4 batatas grandes
  • Um pacote de molho de tomate já temperado
  • Azeite
  • 1/4 de um cebola [grande] picada OU uma colher de sopa de cebola tritura
  • Queijo parmesão ralado

Passo a passo:

Depois de descongeladas, lave bem as linguiças e retire a pele, se preferir [eu prefiro]. Em uma panela média, coloque a cebola e aproximadamente 4 colheres de azeite. [Ps: eu não sou muito dada à medidas. Azeite, por exemplo, eu uso à olho mesmo e sempre dá certo]. Não frite, apenas deixe aquecer um pouco. Enquanto isso, corte a linguiça em rodelas e coloque na panela para fritar junto com o azeite e a cebola.

Descasque e corte em cubinhos as 4 batatas. Coloque para cozinhar em uma panela à parte, com um pouco de sal [à gosto] e uns fios de azeite também. Não deixe cozinhar por muito tempo! Recomendo que seja em fogo alto e por mais ou menos uns 15min ou 20min. Depois, escalde as batatas e deixe-as esfriando por mais um tempinho, enquanto você vigia as linguiças.

Depois de mais ou menos 15min [tempo em que as batatas cozinham], coloque um pouco do molho de tomate nas linguiças. Não precisa jogar o pacote inteiro, pois a intenção não é fazer um molho, é só para molhar/umedecer as linguiças e dar um gostinho mais adocicado.

Pegue uma outra panela e coloque mais um pouco de azeite [4 colheres]. Sim, eu amo azeite. Coloque as batatas e vá fritando aos pouquinhos, mexendo devagar para não amassá-las. Depois de 10min, coloque um pouquinho de queijo ralado e continue misturando. As batatas ficam prontas nos próximos 15min.

Quando as linguiças estiverem prontas e as batatas também [após, mais ou menos, meia hora] coloque tudo em um refratário, misturando aos poucos. Improvisei um arroz branco na panela elétrica mesmo, pra ficar ainda mais prático. Não quis fazer salada, mas teria caído muito bem.

Foram 40minutos na cozinha e muitos elogios do marido! Pra você que quer fazer algo gostoso, mas sem perder muito tempo, fica minha dica.

Gostaram?

 

 

Continue Reading

O meu sentido para a Páscoa

artleo.com-8223

Nunca curti muito o Natal. Sempre fui sensível o suficiente para notar que essa data é extremamente melancólica. A nossa família se reúne, daí uma tia leva um peru, outra leva uma farofa e a minha mãe arrasa na maionese… Mas desde que perdi os meus avós, a coisa mudou de figura. Todo mundo se abraça, alguns se emocionam e choram, lembrando dos nossos velhinhos, ou lamentam pelo fato de não conseguirmos nos encontrar mais vezes durante o ano. Até o amigo secreto fica nostálgico, pois a gente acaba se declarando pra pessoa e aí, mais chororô. Pra resumir, eu sempre fico deprê no final do ano.

Por isso que a Páscoa sempre foi meu feriado preferido! Primeiramente, pelo motivo mais óbvio: os ovos de chocolate. Eu trocaria até três carnavais e todas essas cervejas por uma única Páscoa, acredita? rs Geralmente, a gente se reúne na casa de alguém também e passa o dia todo se empanturrando com os mais deliciosos tipos de peixe e com muito, mas muito chocolate. Passamos o dia vendo filmes, dando risada, se curtindo.

Estudei em escola católica a vida toda e não me recordava ao certo o que realmente significa a Páscoa. Celebrações bíblicas à parte, acho que a Páscoa pode ser uma boa oportunidade da gente refletir, aproveitar boas companhias e se purificar de tudo que aprontou no Carnaval rs.

Essa é a minha primeira Páscoa como casada! Esse ano, já sou “obrigada” a levar um prato também. Já tô adiantando umas receitas que, se derem certo, coloco aqui no blog para vocês.

Geralmente as pessoas não viajam nesse feriado, não é? Como vai ser a páscoa de vocês? 🙂

Feliz Páscoa para todos! Muito chocolate, família e reflexão!

Best-top-desktop-chocolate-wallpapers-hd-chocolate-wallpaper-picture-food-image-photo-25

Continue Reading